Coisas de Filhos Que Não Crescem

- 25.10.07

O meu filho Afonso fez 4 anos!!! Descontando as horas que passamos a dormir, as que passamos a trabalhar, mais as que ele passa na escola ou nos avós para os pais descansarem, diria que sobra menos do que um ano de tempo real a sermos pais do nosso filho e ele filho dos seus pais. Será por isso que os filhos, para os pais, nunca deixam de ser pequeninos? Porque o tempo afectivo nunca alcança o tempo real? Pena que não seja o contrário. Porque o segundo tempo envelhece-nos. E só o primeiro é que nos dá vida.

You May Also Like

30 comentários

  1. Também tenho saudades tuas! Temos de marcar qualquer coisa! Já agora: o que é uma escalfeta...?

    ResponderEliminar
  2. Uma escalfeta é um objecto idiota que serve para aquecer os pés. É uma espécie de pequeno estrado em tiras de madeira, ligado à electricidade (tem sob a madeira uma chapa metálica que aquece). Se calhar é eficaz mas...

    ResponderEliminar
  3. Ó anónimo! Uma escalfeta não é nada disso! Uma escalfeta é uma coisa para escalfar ovos. É também uma estafeta onde todos estão escalfados no final. Aquecer os pés?!?! Tome mas é a medicação!

    ResponderEliminar
  4. Por quem é, faça o obséquio de tomar Vossa Altaza Sereníssima a sua medicação!

    ResponderEliminar
  5. aquele que não tem a ver com os anónimossexta-feira, 9 de novembro de 2007 às 23:34:00 WET

    Que animadas estão as coisas por aqui! Bem, vou tomar a medicação.

    ResponderEliminar
  6. Eu também vou. E depois, voi aquecer-me na escalfeta!

    ResponderEliminar
  7. Olha outro com a mania de que uma escalfeta é uma coisa para aquecer os pés!! Nunca ouviu falar das escalfetas olímpicas?

    ResponderEliminar
  8. Parai, pelo amor de Deus! Parai com estas trocas de palavras demoníacas ou ardereis nessa enorme escalfeta que é o Inferno!

    ResponderEliminar
  9. Pronto, já convenceram o padreca!
    Vou deitar os ossos! Não dá para dialogar.

    ResponderEliminar
  10. Não ofendas o Sr. Cónego! Ao menos respeito pelos homens do Senhor!

    ResponderEliminar
  11. E se fosseis trabalhar, vadios, parasitas?
    Estais para aqui, vocifrando no espaço etéreo da Internet porque não tendes mais do que fazer!

    ResponderEliminar
  12. Estes gajos que falam com o 'vós' são mas é uns choninhas!! A minha prima Ofélia teve uma escalfeta e cheirava a queijo fundido.

    ResponderEliminar
  13. O meu sonhoera ter uma escalfeta mas, como sou meio fanhoso, nunca ganhei uma! 'O que queres de prenda de anos, querido filho?' E eu, fanhoso e gago como o caraças: "Quenho uma nh.. nh ... nh...freta." "O que é que ele disse?", perguntou a minha mãe. Ganhei uma lambreta e até hoje sou um tipo frustrado.

    ResponderEliminar
  14. Uma escalfeta é algo que é usado para tirar a pele à fruta. Costuma dizer-se que se escalfeta a fruta para fazer compota. Aquecer os pés... Ele há cada ideia peregrina...

    ResponderEliminar
  15. Olha outro!!!Andas a beber gasóleo demais, rapaz. Fazia-te bem Água do Luso!
    Uma escalfeta é uma coisa tipo cadeira eléctrica mas para os pés e, em princípio, não mata.

    ResponderEliminar
  16. E depois eu é que ando a gasoil!
    Como é que se faz compota sem escalfetar a fruta?

    ResponderEliminar
  17. Percebo pouco de compotas, é verdade... Gosto mais de tarefas de homem... Compotas...

    ResponderEliminar
  18. Eu é que sou misógino e tu é que andas a fazer compota de fruta, de avental...

    ResponderEliminar
  19. Respeito pelos aventais, senhores!
    Teotónio Lordoso
    (Vice Grão-Mestre da Grande Loja Maçónica do Nordeste Transmontano)

    ResponderEliminar
  20. E de onde é que apareceu este agora? Já não bastava o maricas das compotas, o cónego... Agora vem este do avental...
    Desisto! Vou-me escalfetar!

    ResponderEliminar
  21. Não sei como há pachorra para tanta escalfetice...
    Gostei muito da espontaneidade do seu blogue.
    Voltarei por cá mais vezes.

    ResponderEliminar
  22. Nos filhos vive a memória de poder adormecer nos braços de alguém tão grande e tão poderoso que de tudo nos protege, os pais heróis... É fantástica, a inocência. Long live inocência! Aos pais saberá sempre bem saber que, mesmo sem a capa colorida e a roupa interior justa e por cima das calças, fomos o super-qualquer-coisa dos filhos. E voámos e tudo... só que baixinho.

    (Já agora, uma escalfeta é... estava a brincar)

    ResponderEliminar
  23. Muito interessante este blog. Muito autobiográfico ou ficcionado?
    Cumprimentos
    J. Ferreira
    Mangualde

    ResponderEliminar
  24. Para acabar com as ignorancias todas aqui deixo registado o que e uma escalfeta: uma caixa de metal portatil que a minha mae enchia de brasas de manha e que eu levava pra escola para manter os pes quentes por pouco tempo. Isso em 1965. ok? fim da conversa!!!

    ResponderEliminar
  25. As meninas e meninos internautas podiam, pelo menos, digitar o vocábulo «escalfeta», num motor de busca, antes de proferirem impropérios, já que desconhecem o objecto, por não ser do tempo deles. Mas, saibam, que também existem escalfetas para ligar à energia eléctrica.
    Pela cultura!

    ResponderEliminar
  26. escalfeta |ê|
    (escalfar + -eta)
    s. f.s. f.
    1. Braseira com tampa gradeada para aquecer os pés.
    2. Espécie de caixa de peles para ter os pés quentes.
    3. Aparelho para aquecer as mãos ou os pés (aparelho eléctrico.elétrico.elétrico, reservatório de água quente, etc.).

    www.priberam.pt/DLPO

    ResponderEliminar